373

Escrita Criativa: o Mundo através das Palavras - Português e Línguas Estrangeiras turma ACD55-23/24

Apresentação

A criatividade é, afinal, algo que cada indivíduo, a título pessoal, possui e que pode desenvolver, mais ou menos, consoante os seus interesses, motivações e experiências e que pode individualizar cada ser, torná-lo único. A criatividade é, pois, uma ferramenta fundamental no processo de ensino--aprendizagem da leitura e da escrita, pelo que se torna importante adequar as estratégias às necessidades dos nossos alunos, tendo sempre como objetivo permitir que os mesmos desenvolvam outras competências relacionadas com o ato de escrever, baseando-se em processos cognitivos e linguísticos complexos (planeamento, textualização, revisão, correção e reformulação do texto). Sendo a escrita, na história do homem, a sua forma de transmissão de conhecimento organizado, a sua «memória», ela tende também a uma maior especialização e complexidade. Neste sentido, dinamizar formações neste âmbito pretende responder a esta necessidade de especialização, a par da motivação para o trabalho no domínio da escrita, bem como a partilha de práticas e técnicas dos docentes.

Destinatários

Professores de Português e Línguas Estrangeiras

Releva

Despacho n.º 5741/2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação de formação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014. 

Objetivos

a.. Conceber a escrita como uma ‘poética’, recuperando o sentido etimológico de “poiêsis”, quer dizer, algo que se fabrica, que se cria, algo que se produz porque se tem uma certa técnica, um saber-fazer; b. Partir da experiência da leitura de modelos existentes para passar ao estudo desses casos e daí à produção escrita c. Experimentar a escrita a partir de objetos, palavras, textos, músicas, espaços; d. Assumir juízos críticos sobre os textos lidos; e. Adotar juízos críticos sobre as produções textuais próprias e alheias; f. Aplicar técnicas de criatividade à produção de textos escritos; g. Tomar consciência da necessidade de planificar, reescrever e aperfeiçoar os textos; h. Permitir o diálogo com obras do património literário universal.

Conteúdos

1. Situações problemáticas e obstáculos à capacidade de produzir textos e ao domínio de técnicas de escrita. 2. Prática de atividades de escrita criativa: exercícios de estilo, escrita de poemas e contos, outros. 3. Produção de materiais pedagógicos e definição de estratégias para promover o uso criativo e multifuncional da escrita, no âmbito do Português e das Línguas Estrangeiras.

Metodologias

• Exposição de conceitos e orientações; • Trabalho prático em pequenos grupos; • Apresentação dos produtos finais e reflexão partilhada sobre os mesmos.

Avaliação

Frequência

Modelo

Inquérito de Satisfação da Ação

Bibliografia

• Santos, Margarida Fonseca - Razões para Escrever – Nósnalinha, 1ª edição,Fev. 2019; • Sena-Lino, Pedro - Curso de Escrita Criativa I – Porto Editora, 2008; • Sena-Lino, Pedro - Curso de Escrita Criativa II – Porto Editora, 2008; • Alberto Vieira, Vergílio - As palavras são como as cerejas_Oficinas de escrita _ Campo das Letras, 2001, • Rodadari, Gianni - Gramática da Fantasia – Editorial Caminho, 1993; • de Bono, Edward - O Pensamento Lateral, Nova Era, janeiro de 2002; • Lúcia da Costa Magalhães, Vera - À descoberta da escrita criativa: uma professora do outro lado do espelho, Instituto de Letras e Ciências Humanas, Universidade do Minho (Pesquisa Google).

Observações

Critérios de Seleção: 1.º Professores de Português e Línguas Estrangeiras da Escola Secundária Infanta D. Maria, por ordem de inscrição; 2.º Professores de Português e Línguas Estrangeiras das Escolas Associadas do CFAE Minerva, por ordem de inscrição.

Formador

Maria do Céu dos Santos Antunes

Início: 15-05-2024
Fim: 15-05-2024
Acreditação: ACD55-2023-2024
Modalidade: ACD
Pessoal: Docente
Regime: Presencial
Duração: 3 h
Local: Escola Secundária Infanta D. Maria

INSCREVER-ME